.

.

.

10 de setembro de 2010


.
.
Uma violeta me pensou.
Me encostei no azul de sua tarde.


As violetas me imensam.

(Eu sou beato em violetas.)



(Manoel de Barros - Livro sobre nada)

.
.

9 comentários:

Bianca Bigogno disse...

Querida, estou te seguindo também.
Adorei seu cantinho, lindo e delicado!
Parabéns, voltarei sempre :*

Lia Araújo disse...

Adoro violetas flores e adoro todos os tons de violetas...
Até um tempo atrás achava que o nome da minha filha seria " Violet"

adorei querida
Aqui continua lindo"

Isa Soraia disse...

Sim, por vezes o silêncio é mesmo desejado, deixamos de querer ouvir qualquer barulho ou mesmo qualquer voz.
Muito obrigada por tudo o que deixaste naquele comentário (:*

Malu disse...

As violetas , ah ! As violetas ...
Lindo , Su.

Bjo com carinho ...

Malu disse...

As violetas , ah ! As violetas ...
Lindo , Su.

Bjo com carinho ...

Denise Portes disse...

Suzi querida
Sua sensibilidade me toca sempre.
Beijo
Denise

Pérola Anjos disse...

"As violetam me imensam"

Adoro as cores, as flores, os perfumes de todas as variações do lilás ao roxo, passando pelo violeta.

Que bom que você está de volta!Às vezes precisamos ouvir o nosso silêncio. E que ele nos fale sempre coisas bonitas!

Beijos!

VEREDAS, por Marluce disse...

Suzy,


Teu blog e Manoel de Barros me imensam, assim também as violetas...

Um blog lindooo!

Um abç, Marluce

ErikaH Azzevedo disse...

Amo de paixão meu bom velhinho, ele me abisma...tanta sensibilidade no olhar me surpreende sempre.

te adoro flor

Bjos

Erikah