.

.

.

29 de julho de 2010

.


.
... e — de repente — senti. Estava tudo muito bonito,
e muitas vezes eu choro quando tudo está assim, bonito.


(Caio F. Abreu)

.
.

5 comentários:

Patricia s2 disse...

uma emoção que transborda, uma vida que traduz amor...
Adoro Caio f.

beijuxus

Clau disse...

Este é um dos Blogs mais deliciosos que já conheci... Dá gosto ler e olhar absolutamente tudo... Desde a formatação à escolha das frases e imagens... Parabéns... Fiquei encantada...

Alice disse...

Concordo com a Clau.

A minha amiga e' incrivel.

O choro da alma tranqüila não transborda lagrimas mas gotinhas do riso mais profundo.

Adriana ♣* disse...

Lindo, lindo!!!
Amei o seu blog... muuuuito fofo!
Parabéns!

Eloisa disse...

E é como tudo está por aqui!
Muito lindo! Muito bonito!
Adoro visitar vc amiga linda!
Bjssss