.

.

.

17 de junho de 2010

.


E de novo acredito que nada do que é importante se perde verdadeiramente.
Apenas nos iludimos, julgando ser donos das coisas, dos instantes e dos outros.
Comigo caminham todos os mortos que amei, todos os amigos que se afastaram,
todos os dias felizes que se apagaram.
Não perdi nada, apenas a ilusão de que tudo podia ser meu para sempre.


(Miguel Sousa Tavares)

.
.

4 comentários:

Leo disse...

Eu adorei essa Suzi,
eu me sinto assim,
carregando tudo.


te levo comigo, assim.
te beijo!

ErikaH Azzevedo disse...

Toda instante nos pertence no instante que se é! Seguremos cada instante com a desenvoltura de um peão de rodeio então, antes que ele se esvaia entre as mãos.

Só o instante precioso é que carrega a força de um pra sempre, minha linda...e precisa ser belo,intenso, mágico...insubstituível!

E não é que esse comentário dá um post..rs

Um beijo

Erikah

vanessa leonardi disse...

.
Su, venho sempre por aqui e nos outros dois blogs... Tanta coisa me serve, tanta!


um beijo e saudade


=)

.

vanessa leonardi disse...

Suuu...

Venho sempre por aqui e nos outros teus blogs...
Tanta coisa me serve, tanta!


um beijo e saudade


=)


.